Detalhes do Artista/Banda

Papa Poluição

Em Nome do Rock

Papa Poluição foi um conceituado grupo de pop-rock formado em São Paulo, no ano de 1975 e que tinha a seguinte formação: Paulinho Costa (voz e guitarra), Luís Penna (guitarra e voz), Beto Carrera (guitarra e voz), Tiago Araripe (violão, percussão e voz), Bill Soares (baixo e voz) e Xico Carlos (bateria). A maioria dos seus integrantes eram nordestinos; Tiago, Bill e Chico eram cearenses e Paulino e Luís vinham da Bahia. A exemplo dos Novos Baianos, fundiam a MPB ao rock, porém com ênfase na ironia e no bom humor.
A banda gravou apenas dois compactos: um duplo pela Chantecler em 1976 com as músicas “Rola Coco”, “Guerra Fria”, “Em Nome Do Rock” e “Brechando Nas Gretas” e um compacto simples pela Top Tape no ano seguinte com as faixas “Tua Ausência” e “Inferno Da Criação”. Tiago Araripe (que já havia gravado um compacto solo para a Odeon ainda em 1974 com suas composições “Os Três Monges” e “Sodoma e Gomorra”), seguiu carreira-solo, gravando o LP “Cabelos de Sansão” (Lyra Paulistana), Penna & Paulinho gravaram alguns discos em dupla (incluindo “O Macaco Avoa”, pela RGE, para a trilha do filme Sargento Getúlio), e Penna entrou para a política nos anos 2000.

Principais discos de Papa Poluição:

  • Papa Poluição – Gravadora Chantecler – Compacto Duplo – 1976
  • Papa Poluição – Gravadora Top Tape – Compacto simples – 1977
  • Papa Poluição – Gravadora RGE – Compacto simples – 1978

Outros Grandes Artistas

Nada Encontrado