Detalhes da Música

Compositor(es): Adoniran Barbosa
Referências: Anos 50
Estilos: MPB
Artistas: Adoniran Barbosa

Ouça a Música e Veja a Letra

0:00
0:00
Anuncio termina em 
skip_previous
play_arrow
pause
skip_next
volume_up
volume_down
volume_off
shuffle
shuffle
repeat
repeat_one
repeat

Letra: Saudosa Maloca – 1951

Se o senhor não está lembrado
Da licença de conta
Que aqui onde agora está
Esse adifício alto
Era uma casa velha um palacete assobradado
Foi aqui seu moço
Que eu, Mato Grosso e o Joca
Construímos nossa maloca
Mais um dia nem quero lembrar
Veio os homens com as ferramentas
o dono mando derruba
Peguemo todas nossas coisas
E fumos pro meio da rua
Apreciar a demolição
Que tristeza que eu sentia
Cada táuba que caia
Doía no coração
Mato Grosso quis grita
Mas em cima eu falei
Os homes está ‘cá razão
Nós arranja outro lugar
Só se conformemos quando o Joca falou
“Deus dá o frio conforme o cobertor”
E hoje nóis pega a páia nas grama do jardim
E pra esquecê nóis cantemos assim
Saudosa maloca, maloca querida
Que dim donde nóis passemos dias feliz de nossa vida
Saudosa maloca, maloca querida
Que dim donde nóis passemos dias feliz de nossa vida
Saudosa maloca, maloca querida
Que dim donde nóis passemos dias feliz de nossa vida
Saudosa maloca, maloca querida

Ver Mais Ver Menos

Outras Grandes Músicas

Nada Encontrado