Detalhes do Artista/Banda

Silvio Brito

Pare o Mundo para a Música

Silvio Ferreira de Brito nasceu em Três Pontas, Minas Gerais e começou sua carreira aos seis anos de idade cantando na rádio Clube de Varginha. Ainda na adolescência passou a compor músicas gravadas por cantores como Ronnie Von, Antonio Marcos e Vanusa. Em meados dos anos 60, integrou o grupo Os Apaches, com influencias dos Beatles e do rock psicodélico. Com Os Apaches gravou um LP, “O Décimo Primeiro Mandamento,” pelo selo Bemol. Em 1974, ganhou o troféu Buzina do Chacrinha de cantor revelação e no ano seguinte já era conhecido em todo o Brasil, fazendo sucesso com gravações como “Tá Todo Mundo Louco”, “Espelho Mágico”, “Careca, Sem Dente e Pelado”, “Pare o Mundo que eu Quero Descer” e “Salvem a Terra”, entre outros.
Silvio gravou 20 discos, ganhou 4 discos de ouro, 2 festivais internacionais, 2 festivais nacionais, viajou com os seus shows por 7 países (Uruguai, Argentina, USA, Egito, Israel, Itália e Portugal, onde em 1994 se apresentou no dia treze de maio, em Fátima, durante a cerimônia da missa pra quase um milhão de fiéis). Como compisitor, teve grandes nomes da música Brasileira como companheiros e parceiros, tais como Milton Nascimento, Wagner Tizzo, Moacir Franco, Hector Costita, Sivuca, Tonico e Tinoco, Pernambuco do pandeiro, Antônio Borba, Daniel Salinas, José Paulo, Abner, Fábio Junior, Paulo Coelho, José Wilson, entre outros nomes. Silvio Brito teve 5 clipes no programa Fantástico (Rede Globo) premiados no Brasil e no Exterior na década de 70 como melhores clipes (“Pare o Mundo que eu Quero Descer”, “Espelho Mágico”, “Tá Todo Mundo Louco”, “Quase 2.000 Anos Depois” e “Tristeza de Boi”), fez incursões pela música religiosa, produzindo e arranjando diversos discos do Padre Zezinho. Silvio também compôs e gravou várias músicas e mensagens com motivos religiosos que fizeram sucesso como “Terra dos Meus Sonhos”, “Uma Luz” e a regravação de “Utopia”, do Padre Zezinho. Ao longo de sua carreira, teve três milhões e meio de discos vendidos. No ano de 2007, foi o vice-campeão do programa Rei Majestade do SBT, apresentado por Silvio Santos, onde ganhou 60 mil reais e a participação em quatro faixas do CD do programa.
Principais discos de Silvio Brito:

  • Silvio Brito – 1973
  • Espelho Mágico – 1975
  • Pare o mundo que eu quero descer – 1976
  • Eu cantarei – 1977
  • Proversos – 1978

Outros Grandes Artistas

Nada Encontrado