Enter the content which will be displayed in sticky bar

Anos 70

- Tempos Bárbaros
Anos 70
Seroquel cheap Tempos Bárbaros

Anos 70  

her response A década de 1970, também referida como década de 70 ou ainda anos 70, compreende o período de tempo entre 1º de janeiro de 1970 e 31 de dezembro de 1979.
Foi a época em que aconteceu a crise do petróleo, o que levou os Estados Unidos, o Brasil, a Suécia e o Reino Unido à recessão, ao mesmo tempo que economias de países como o Japão e Alemanha, na época Alemanha Ocidental começavam a crescer. Nesta época também surgia a defesa do meio ambiente, e houve também um crescimento das revoluções comportamentais da década anterior. Muitos a consideram a “era do individualismo”. Eclodiam nesta época os movimentos músicos das discotecas e também do experimentalismo na música erudita.
Pela televisão, o mundo se tornou infinitamente menos secreto. Richard Nixon, o presidente americano deposto pelo caso Watergate, foi uma “personalidade” típica das telas de televisão dos anos 70. Sua saída do governo foi festejada pela população dos Estados Unidos e o resto do mundo acompanhou todo o escândalo “de perto”, através da tela da televisão.
Na música, Foi a última década do período classic rock. É também conhecida como a “Era da Discoteca”, devido ao surgimento da disco music. Surgiu também nesta década o movimento punk.
O início da década viu o surgimento de muitos estilos musicais populares e de rock, incluindo jazz rock (aka “fusion”), southern rock, folk rock e soft rock, com este último incluindo artistas como The Carpenters, Carole King e James Taylor.
Ele também incluiu o aumento da popularidade do rhythm and blues (R&B), sobretudo dos artistas da Motown como Stevie Wonder, The Temptations e The Jackson 5. Funk, um ramo da soul music com uma maior ênfase em batidas, influências de rhythm and blues, jazz e rock psicodélico, também foi muito popular.

A incorporação de instrumentos de música erudita no rock já havia se iniciado dos anos 60, mas só ganhou ares de movimento (também derivado da psicodelia sessentista) no início dos anos 70, no que é conhecido como rock progressivo. Diversos artistas se reuniram na proposta, sendo os de grande destaque Pink Floyd, com The Dark Side of the Moon, John Lennon, Genesis, Yes, Jethro Tull, Emerson, Lake & Palmer, King Crimson, Mike Oldfield, Van Der Graaf Generator, Gentle Giant, no terreno britânico. Também caíram no gosto bandas germânicas (Can, Faust, Neu!, Tangerine Dream, Amon Düül e Kraftwerk) e italianas (Le Orme, Formula Tre e Premiata Forneria Marconi). Canadá (Rush), Bélgica (Univers Zéro) e Holanda (Focus) também dão sua contribuição.
No Brasil, destaque para os trabalhos de O Terço, Som Nosso de Cada Dia, A Barca do Sol, Rita Lee & Tutti Frutti, Casa das Máquinas e Sagrado Coração da Terra. A banda baiana Doces bárbaros, idealizada por Maria Bethânia, Gilberto Gil, Gal Costa e Caetano Veloso. Não esquecendo do movimento dos novos baianos que marcou o movimento da contra cultura no Brasil durante o regime militar.

FONTE: WIKIPEDIA

 

ALGUNS DISCOS DESTA DÉCADA


Ave Sangria

Ave Sangria

Quadrafônico

Quadrafônico

Coração Selvagem

Coração Selvagem

 

Buscar No Google